Futebol em Macaé

Contornam a Curva de Chegada…

Quem entende de turfe, ou de fórmula 1, vai entender esse título. Só que a reta de chegada do Macaé Esporte é bastante longa. Serão 9 jogos do returno da fase de classificação do Campeonato Brasileiro, a fase decisiva de acesso à Série B de 2018, e a Copa Rio que começa nessa quarta-feira, que garante vaga na Copa do Brasil do ano que vem.

Sábado que vem, enfrentaremos o Volta Redonda, às 15 horas, na Moacyrzão, ou melhor, na Ilha do Leão. Estamos a 3 pontos do G-2 (que é nosso grande objetivo, para ter a vantagem do mando na próxima fase), e uma grande vitória nos fará ultrapassar nosso adversário direto, que no início do campeonato parecia ser um dos grandes favoritos ao título.

Na quarta-feira, iremos à Campos, enfrentar o tradicional Americano, no jogo de ida da primeira fase da Copa Rio (a volta será na terça-feira seguinte, no Moacyrzão, às 15 horas). Entraremos nessa competição com sede de título, e queremos ver o Macaé Esporte na Copa do Brasil do ano que vem.

Sábado passado, em Tombos, perdemos um jogo (2 x 1), aonde criamos mais oportunidades do que o adversário, e fomos punidos com um gol num contra-ataque, justamente por estarmos buscando a vitória que traria a liderança da competição.

Quem acompanha essa coluna sabe que não falo de arbitragem, mas o gol do Macaé Esporte, assinalado por Matheus Cambuci, aos 45 minutos do segundo tempo, que daria o empate ao time macaense, confirmado pelo árbitro, e anulado pelo assistente, foi algo surreal. Havia um zagueiro da Tombense em cima da linha de gol. Nenhuma chance de haver impedimento. A presença de pessoas uniformizadas da federação mineira dentro do vestiário da arbitragem tiraram qualquer chance de descobrirmos o que foi marcado no lance.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shop giay nuthoi trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautiful